SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Dia 20/03 tem debate no SINDEL sobre reforma da Previdência

Dia 20/03 tem debate no SINDEL sobre reforma da Previdência

Publicado em 1 Comentário

A reforma da Previdência Social é tema da 13ª Jornada Nacional de Debates, promovida pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em conjunto com as Centrais Sindicais.

O evento será realizado no auditório do SINDEL (Sindicato dos Trabalhadores em Concessionárias de Energia Elétrica e Alternativa de Londrina e Região), que fica na Rua Amantino Teixeira de Carvalho, 23, em frente à sede da Copel, em Londrina.

O debate vai abordar a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 287/2016 e seus efeitos negativos na aposentadoria da Classe Trabalhadora, em especial as mulheres, que terão aumentado o tempo de contribuição e idade para se aposentar.

Interessados em participar devem confirmar presença até o dia 19 de março pelo e-mail erpr@dieese.org.br.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3225-2279.

  • Wilson Jacob

    Parabéns pela promoção do debate.
    Infelizmente não fui por falta de recursos.

    E a evidente PEC 287/2016 que reformula a previdência. Analisarem a previdência e a seguridade social em momento econômico e político nunca dantes visto é realmente uma DRU, contrapondo-se aos que pregam o crescimento da economia de talvez de pouquíssimos cidadãos, e indicadores sociais ainda muito ruins diante de nosso potencial, e que caminhos seguem.
    Provocam na sociedade um sentimento enfadonho, além de atestar que vivemos numa ditacracia que é o modelo pior do que os dois regimes de governo que combinados e criam esta feia nomenclatura.
    Não nos importa atualmente qual o regime de governo ou propostas de alteração do sistema de votação, aspiramos sim por ética e justiça em todas as esferas de poder, pois elas são os maiores propulsores de uma nação. Não suportamos mais o descalabro de sermos a nona economia mundial e estarmos em octogésimo primeiro no ranking de produtividade, porque nossos representantes nunca conseguem pensar e agir por nossos desejos.
    É triste aprendermos que nações como Alemanha, França, Inglaterra, Itália e Japão foram destruídas em guerra, mas ficamos felizes em ver que estão bem hoje em dia. E aqui o que acontece V.Exª podem nos explicar está sensação de liberdade atrelada a insegurança? Ou os portugueses ainda estão levando ouro e pau-brasil daqui?
    Dia 21/03 o Senador Paulo Paim protocolou o pedido de CPI da Previdência dos 81 senadores ele conseguiu 47 assinaturas, sendo que seriam precisas 27 um terço do senado. Será que trava a PEC? Acho que não.

    Onde foram parar nossos direitos constitucionais.
    Art. 1º – III – a dignidade da pessoa humana.
    Parágrafo único. TODO PODER EMANA DO POVO, que o exerce por meio de representantes eleitos OU diretamente, nos termos desta Constituição.

    Art. 3o Nas questões de RELEVÂNCIA NACIONAL, de competência do Poder Legislativo ou do Poder Executivo, e no caso do § 3o do art. 18 da Constituição Federal, o PLEBISCITO OU REFERENDO são convocados mediante decreto legislativo, por proposta de um terço, no mínimo, dos membros que compõem qualquer das Casas do Congresso Nacional, de conformidade com esta Lei.

    Lei Nº 9.709, de 18/11/1998 Art. 2º Plebiscito e referendo são consultas formuladas ao POVO para que delibere sobre matéria de acentuada relevância, de natureza constitucional, legislativa ou administrativa.
    § 1o O plebiscito é convocado com anterioridade a ato legislativo ou administrativo, cabendo ao POVO, pelo voto, APROVAR OU DENEGAR o que lhe tenha sido submetido.
    § 2o O referendo é convocado com posterioridade a ato legislativo ou administrativo, cumprindo ao povo a respectiva ratificação ou rejeição.
    Será que não cabe um mandato para exercermos nosso direito…

    23 de março de 2017 at 00:25

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *