SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Novembro Azul: previna-se contra o câncer de próstata

Novembro Azul: previna-se contra o câncer de próstata

Publicado em 0 Comentário

Doença pode ser detectada a partir dos 45 anos de idade. Se for diagnosticada no início, as chances de cura são de 90% 

O mês de novembro é dedicado mundialmente à prevenção do câncer de próstata, doença que atinge homens a partir dos 50 anos de idade e responde por cerca de 20% de óbitos de casos registrados no Brasil. De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a cada hora sete homens recebem o diagnóstico de câncer de próstata no País, o que aponta para a existência de mais de 68 mil casos ao ano.

Para reduzir esse número elevado de casos, a Campanha Novembro Azul vem sendo desenvolvida com o objetivo de sensibilizar homens nesta faixa etária a realizarem, com frequência, exames preventivos. Da mesma forma como Outubro Rosa, dedicado à prevenção do câncer de mama nas mulheres, a campanha tem uma série de meios de divulgação alertando para os riscos dessa doença e as demais que afetam a próstata.

O grupo de risco compreende pessoas da raça negra e aquelas com parentes de primeiro grau que já tiveram esse tipo de problema.

Doenças da próstata

Além do câncer de próstata, este órgão do homem também pode desenvolver a prostatite (inflamação) e a hiperplasia prostática benigna – HPB (crescimento benigno). A prostatite pode causar ardor ou queimação ou um desconforto na hora do orgasmo, o esperma passa a ter cor amarelada, aumenta a vontade de urinar, entre outros sintomas.

Já a HPB provoca aumento da frequência urinária diurna, diminuição da força e do calibre do jato urinário, demora para iniciar a micção, sensação de urgência para urinar, entre outros sintomas. Quanto ao câncer de próstata, os sintomas só aparecem na fase mais avançada da doença, gerando aumento na vontade de urinar, aparecimento de sangue na urina e no sêmem.

As chances de cura do câncer de próstata chegam a 90% nos casos em que a doença é diagnosticada em seu início. Sanepariano,  se você já está na faixa de 50 anos de idade, faça os exames preventivos!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *