SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Nenhum direito a menos é palavra de ordem para os saneparianos!

Nenhum direito a menos é palavra de ordem para os saneparianos!

Publicado em 0 Comentário

Dirigentes dos Sindicatos aguardam respostas da Sanepar sobre o ACT até esta sexta-feira (31)


Após um longo período sem respostas a respeito do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) 2019/2020, surgiram nas últimas horas rumores de que o CCEE (Comitê de Controle das Empresas Estatais) pode orientar o corte de direitos dos trabalhadores e trabalhadoras da Sanepar. Neste caso, podem ser retirados o Abono de Férias e o Abono de Final de Ano, entre outros.

Contrários à retirada de qualquer um dos direitos previstos no ACT do ano passado, os Sindicatos majoritários já comunicaram à empresa que o indicativo de paralisação para o dia 6 de junho está mantido e que não está descartada a deflagração de greve por tempo indeterminado.

Os dirigentes sindicais estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (31/05), em Curitiba, e reafirmaram esse encaminhamento junto à Diretoria de Administração da Sanepar, que, por sua vez, se comprometeu em entrar em contato com a CCEE para solicitar que o posicionamento do órgão em relação ao ACT seja tomado ainda hoje, último dia de prazo dado pelas entidades para resolver essa pendência.

Burocracia

Marco Antonio De Paula Santana, presidente interino do SINDAEL, afirma que foi dito ainda na reunião com a empresa que após a definição do CCEE o ACT dos trabalhadores e trabalhadoras da Sanepar deverá ser submetido para análise da CPS (Comissão de Política Salarial).

“Com essa burocracia toda a gente fica pensando a quantas anda a autonomia do Conselho de Administração da Sanepar? Fizemos três rodadas de negociações e definimos uma proposta de consenso para o ACT, mas agora isso tem que passar por uma avaliação externa, isso é o fim da picada”, questiona Marco.

Para reduzir as expectativas dos saneparianos em torno dessa indefinição, o SINDAEL manterá todos informados acerca dos próximos encaminhamentos. “Esperamos que surjam avanços na proposta a ser apresentada por esses órgãos do governo do Paraná, porque a cada ano nós, trabalhadores da Sanepar, temos visto os lucros crescerem significativamente, assim como os dividendos pagos aos acionistas, enquanto nossos salários continuam achatados e a tal da valorização só se ouve nos discursos”, finaliza.

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *