SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Acionistas da Copel e Sanepar riem à toa com dividendos cada vez maiores

Acionistas da Copel e Sanepar riem à toa com dividendos cada vez maiores

Publicado em 0 Comentário

Maior parte dos lucros da Copel e da Sanepar fica com os acionistas privados, a razão da existência da empresas paranaenses de uns tempos pra cá

Enquanto os trabalhadores e trabalhadoras da Copel e da Sanepar são obrigados a aceitar ACTs (Acordos Coletivos de Trabalho) prevendo apenas a reposição da inflação desde a última data base, os acionistas destas duas empresas de capital misto do Parará não têm do que reclamar.

Informações divulgadas pelo jornalista Alexsandro Ribeiro, do Portal Plural, revelam que ao final do primeiro semestre deste ano as duas companhias repassaram mais de R$ 550 milhões aos acionistas a título de juros sobre o capital próprio e dividendos.

Esse valor, segundo o jornalista, representa uma alta de 23% em relação ao que foi repassado no mesmo período do ano passado, quando os acionistas receberam R$ 448 milhões referentes aos lucros obtidos pela Copel e a Sanepar.

Esse acréscimo nos dividendos é resultante, entre outros fatores, do aumento das tarifas cobradas dos consumidores paranaenses que, no caso da Copel foi de 3,4% e da Sanepar de 8,37%. Cabe lembrar que a companhia de saneamento havia sido autorizada a aumentar as tarifas de água e esgoto em 12%, mas esse índice foi barrado pelo Tribunal de Contas do Paraná.

Ainda de acordo com Alexsandro Ribeiro, apesar de o governo do Paraná ser o maior acionista das empresas, o valor por ação recebido pelo Estado é menor do que é pago aos sócios privados, isto porque as regras da distribuição de lucros são diferenciadas.

 Ou seja: os acionistas mandam e desmandam na Copel e Sanepar e ainda levam a maior parte do lucro das empresas que deveriam estar a serviço dos contribuintes paranaenses.

Como foi dito no início desta matéria, a distribuição do lucro é semestral, então, estima-se que no final do ano os acionistas deverão receber mais de R$ 1 milhão referente aos juros sobre o capital próprio e dividendos.

Assim, eles continuam rindo sem dó dos trabalhadores e trabalhadoras da Copel e da Sanepar, que estão com os salários defasados há muito tempo, e também da população do Paraná, que está pagando caro por ter arrendado seus maiores patrimônios aos especuladores internacionais.

Fonte: Portal Plural

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *