SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Sindicatos majoritários solicitam reconsideração do valor do PPR

Sindicatos majoritários solicitam reconsideração do valor do PPR

Publicado em 1 Comentário

Sindicatos argumentam que os trabalhadores não podem ser prejudicados pelo uso de dois indicadores que provocaram redução do PPR

Com o objetivo de avançar na negociação do PPR (Programa de Participação nos Resultados) referente ao ano de 2018, os Sindicatos Majoritários (SAEMAC, SINDAEL, SINDAEN e STAEMCP) protocolaram  ofício na quinta-feira (18/07), solicitando à Diretoria da Sanepar a reconsideração do valor disponibilizado para distribuição do PPR 2018,  revendo dois indicadores (Ligação de Esgoto e o IPL), que inviabilizaram de se chegar ao valor previsto pelas entidades sindicais.

Estes indicadores dependem muito da economia do país, bem como da gestão da empresa, e os trabalhadores, mesmo com esforço e dedicação não conseguem fazer mágica. 

A meta de ligações de esgoto ficou aquém do esperado devida à oscilação da economia nacional, que impediu a empresa de investir mais recursos nesse sentido, ou seja, não foi uma ação/omissão especifica dos trabalhadores que impediu o atingimento da meta.

Neste mesmo sentido, no IPL (índice de perdas por ligação), verificou-se que a meta não foi atingida porque foi reduzido o número de empregados no quadro funcional da empresa, aumentando assim a carga de trabalho e a responsabilidade por funcionário no que tange ao número de ligações de água. A empresa deixou de efetuar contratação de pessoal na mesma medida em que houve os desligamentos programados, tais como PAI e PDV.

Contamos com o bom senso e sensibilidade da Direção da Sanepar, pois o lucro de 2018 cresceu em 30% em comparação com o que foi contabilizado em 2017.

Veja abaixo o ofício protocolado junto à Sanepar:

  • wilson

    Alguém já reparou nos valores do vale alimentação?nas minhas contas e dos meus colegas de trabalho esse retroativo de 207,20 está TOTALMENTE ERRADO!por favor alguém verificar pra nós!!!!!

    23 de julho de 2019 at 22:19

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *