SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Corte dos Adicionais de Insalubridade e Periculosidade foi confirmado nos salários deste mês

Corte dos Adicionais de Insalubridade e Periculosidade foi confirmado nos salários deste mês

Publicado em 1 Comentário

Sindicatos Majoritários contestam “recadastramento” dos Adicionais feito arbitrariamente pela Sanepar

Sem que fosse feito qualquer diálogo com os Sindicatos Majoritários, a diretoria da Sanepar está colocando em prática os resultados do Recadastramento dos trabalhadores e trabalhadoras que atuam nas ETAs (Estações de Tratamento de Água) e ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto), na maioria das vezes com o corte dos Adicionais de Insalubridade e de Periculosidade.

Por meio de cartas enviadas pela GGPS – Coordenação de Segurança e Medicina do Trabalho, saneparianos foram pegos de surpresa nesta segunda-feira (27/01) com o aviso de que não mais receberão estes direitos a partir deste mês de janeiro/2020.

Isso está confirmado nos holerites da folha de pagamento deste mês, demonstrando o corte de uma parcela significativa dos salários de diversos trabalhadores e trabalhadoras que, de fato, atuam em atividades com risco à saúde. A medida adotada pela diretoria da Sanepar não deixa dúvidas de que o aumento dos lucros, bem como dos dividendos aos acionistas, é e será sempre seu principal objetivo.

Os Sindicatos Majoritários não concordam com o recadastramento, feito por empresa terceirizada, em conjunto com engenheiros, e levaram essa questão ao MPT (Ministério Público do Trabalho). No dia 7 de fevereiro haverá uma Audiência no órgão para que a empresa explique ao MPT com base em qual legislação foram cortados os Adicionais de Periculosidade e de Insalubridade, já que nas ETAs e ETEs todo dia há movimentação de produtos altamente tóxicos e nocivos à saúde dos trabalhadores, além de estarem expostos a água in natura captada nos mananciais, correndo o risco de contaminação por diversos tipos de doenças.

Informe ao SINDAEL o corte do seu Adicional

No caso do SINDAEL, a assessoria jurídica vai ingressar com ação na Justiça do Trabalho requerendo o retorno imediato do pagamento do Adicional de Insalubridade para os trabalhadores filiados ao Sindicato.

Para ajuizar esta ação o advogado do SINDAEL precisa de cópias do último holerite onde consta o pagamento desta verba e o do mês de janeiro/2020, que já não vem como o Adicional.

Junto com esses documentos o advogado vai reunir laudos de insalubridade realizados pela Justiça do Trabalho e a Justiça Federal para contrapor os laudos da Sanepar, que, com certeza, não levam em conta a realidade e os riscos existentes nas ETAs e ETEs.

Se você teve esse direito cortado pela Sanepar, procure o SINDAEL pelo telefone (43) 3336-7109 ou envie as cópias dos holerites para o seguinte e-mail: sindael.londrina@gmail.com.

  • Wilson

    NÃO consta no nosso ACT que temos o direito da insalubridade até fim do mês de fevereiro?

    30 de janeiro de 2020 at 15:31

Cancel Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *