SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Novo PAI é aprovado pelo CA da Sanepar para reduzir despesas e precarizar serviços

Novo PAI é aprovado pelo CA da Sanepar para reduzir despesas e precarizar serviços

Publicado em 0 Comentário

Sanepar já conseguiu desligar 584 trabalhadores experientes por meio do PAI

Em reunião realizada nesta-quinta-feira (6/02), em Curitiba, os integrantes do CA (Conselho de Administração) da Sanepar aprovaram o lançamento de mais um PAI (Programa de Aposentadoria Incentivada).

A adesão para essa quinta edição do PAI será aberta em março e desde foi crido esse processo 584 trabalhadores e trabalhadoras com larga experiência na área do saneamento 584 se desligaram da empresa com poucas vantagens além do que está previsto na legislação trabalhista.

De acordo com informações divulgadas na intranet da Sanepar, a GGPS (Gerência de Gestão de Pessoas) irá procurar os Sindicatos para viabilizar a condução do PAI, já que o mesmo deve passar por deliberação em Assembleias.

A GGPS também vai realizar reuniões com os trabalhadores e trabalhadoras em condições de aderir para repassar orientações sobre o Programa e a aposentadoria.

A Diretoria do SINDAEL reafirma que é contra todo e qualquer tipo de processo de desligamento, seja o PAI ou o PDV (Programa de Desligamento Voluntário), pois entende que cada trabalhador deve ter respeitado o direito de sair da empresa quando achar mais conveniente, sem pressões por parte de seus superiores.

“Também não concordamos com o desligamento de pessoas com vasta experiência em suas funções sem que tenha sido feito um processo de reposição das vagas com a formação de novos profissionais capazes de manter a qualidade e segurança nos serviços. Todos sabem que o PAI não é uma forma de reconhecimento do trabalhador, como discursa a diretoria da Sanepar, mas uma medida para reduzir os gastos com a folha de pagamento e ampliar a terceirização em serviços chave”, critica Marco Antonio de Paula Santana, presidente interino do SINDAEL.     

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *