SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Comissão Eleitoral incinera votos da eleição do SINDAEL suspensa pela Justiça

Comissão Eleitoral incinera votos da eleição do SINDAEL suspensa pela Justiça

Publicado em 0 Comentário

A primeira reunião da nova Comissão Eleitoral foi realizada dia 19/02 no Sindiprol, em Londrina

Em reunião realizada na quarta-feira (19/02), na sede do Sindiprol/Aduel (Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região), integrantes da nova Comissão Eleitoral do SINDAEL decidiram incinerar os votos colhidos no dia 20 de dezembro apesar de a eleição ter sido suspensa pela Justiça do Trabalho.

O procedimento de queima das cédulas ocorreu no dia seguinte (20), no Sindiprol, na presença dos membros da Comissão Eleitoral.

A decisão judicial de suspender a eleição foi baseada na renúncia de dois dos três componentes da Comissão, na véspera do pleito, comprometendo a realização da eleição.

Conforme a Justiça do Trabalho, a eleição deverá ocorrer no dia 13 de março e será coordenada pela nova Comissão Eleitoral, com representantes indicados pelas duas chapas inscritas e presidida pelo advogado Renato Lima Barbosa, tendo como suplente o também advogado César Bessa.

Caso não seja alcançado o quórum de votantes estabelecido no Estatuto da entidade haverá segundo turno no dia 20/03, podendo ainda ocorrer um terceiro turno no dia 27 daquele mês se não for alcançado novamente o quórum.

A Justiça manteve o registro das chapas que concorrerão na eleição do Sindicato. A Chapa 1 – “NOVO SINDAEL” tem como candidato a presidente Marco Antonio de Paula Santana, e a Chapa 2 “SOMOS 100% SINDAEL” é liderada por Benedito Adilson Cordeiro.

O presidente da Comissão requereu às chapas a relação dos trabalhadores com direitos a votar, inclusive os aposentados que eram filiados à entidade na forma estabelecida no Estatuto.

Para que não voltem a ocorrer transtornos, o Renato afirma que estão sendo realizadas reuniões da Comissão Eleitoral com o objetivo de organizar todo o processo, incluindo a relação dos associados da ativa e aposentados com direito a voto, bem como o roteiro das urnas.

“A principal etapa vai ser a votação. É muito importante que todo os trabalhadores filiados ao SINDAEL compareçam às urnas e votem conscientes, sabendo que a nova gestão do Sindicato será responsável pela administração das finanças e do patrimônio da entidade, pelas negociações com a Sanepar e demais lutas em defesa dos direitos da categoria nos próximos quatro anos”, ressalta Renato Lima Barbosa, presidente da Comissão.

Segundo Renato, a Classe Trabalhadora precisa estar unida em torno dos seus Sindicatos não só para garantir a manutenção dos direitos, mas também para fortalecer as entidades no atual momento vivido pelo País, com o corte de contribuições e políticas que visam enfraquecer o movimento sindical, comprometendo sua capacidade de mobilizar os trabalhadores.

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *