SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Prefeito de Londrina decreta fechamento do comércio por 15 dias

Prefeito de Londrina decreta fechamento do comércio por 15 dias

Publicado em 0 Comentário

O prefeito Marcelo Belinati assinou o decreto na quinta-feira (19/03) e deu prazo de 48 horas para as empresas se adequarem

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde e do Comitê de Operações Emergenciais da Saúde Pública, o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP) assinou decreto na quinta-feira (19/03), determinando o fechamento do comércio por 15 dias, prorrogáveis por mais 15 dias se for preciso.

Clique aqui para ver a entrevista do prefeito de Londrina na RPC.

A medida, segundo o prefeito, é uma forma de levar a população ao isolamento para evitar a disseminação do coronavírus (Covid-19), embora a cidade tenha registrado apenas um caso positivo da doença.

O fechamento deverá ocorrer a partir desta sexta-feira (20) nos shoppings, academias, clubes sociais, áreas comuns de condomínios, restaurantes, lanchonetes, bares, boates e todos os demais tipos de estabelecimentos comerciais, que terão 48 horas para se adequar.

O que pode continuar funcionando:

– serviços de saúde, assistência médica e hospitalar;
– distribuição e venda de medicamentos e gêneros alimentícios, tais como farmácias, açougues, padarias, peixarias, mercearias, mercados e supermercados;
– geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e gás
– postos de combustíveis e lojas de conveniência;
– tratamento e abastecimento de água (neste caso deverão ser seguidas as orientações repassadas pela Sanepar em relação aos trabalhadores);
– captação e tratamento de esgoto e lixo;

– serviços de telecomunicações e imprensa;
– processamento de dados ligados a serviços essenciais;
– segurança pública e privada;
– serviços funerários;
– clínicas veterinárias e lojas de suprimentos animal (alimentos e medicamentos);
– oficinas mecânicas e serviços de guincho.

Bancos

Em relação aos bancos e cooperativas de crédito, Marcelo Belinati disse que o atendimento deverá ser feito com a adoção de algumas providências no que diz respeito ao horário e cuidados necessários para evitar o contágio pelo coronavírus.

De acordo com o Decreto Municipal, os processos internos deverão ser realizados preferencialmente em sistema home office, sendo que, na impossibilidade, devem ser adotados os seguintes procedimentos:

– respeito à distância mínima de dois metros entre os pontos de trabalho;

– preferência ao atendimento eletrônico e digital;

– limitação do número de pessoas aguardando atendimento, mediante prévia distribuição de senhas, com espera nas filas apenas para as pessoas que puderem ser atendidas em, no máximo, 20 minutos.

 “Não é a primeira vez que Londrina, o Brasil e o mundo passaram por um momento como este. E não vai ser a última. Agora depende da gente. Nós vamos passar, vamos vencer. Mas a gente precisa da união de todos e cada um cuidar dos seus, evitando se abraçar, se beijar e fazer a desinfecção, lavar as mãos e tomar todas as medidas para passar por isso”, apelou o prefeito de Londrina.

Fonte: RPC Londrina/Portal Rádio Paiquerê

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *