SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Os ‘bodes’ da Sanepar tumultuam as negociações

Os ‘bodes’ da Sanepar tumultuam as negociações

Publicado em 0 Comentário

A Sanepar sempre coloca “bodes na sala” para tumultuar as negociações e desviar a atenção dos trabalhadores, impondo assim acordos rebaixados

Nos últimos anos em toda e qualquer negociação entre a Sanepar e os Sindicatos majoritários sempre colocam um “bode na sala” para tumultuar o processo e desviar a atenção dos trabalhadores e trabalhadoras para questões importantes.

Foi assim com a imposição de retirada de ações trabalhistas para fechar o ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) 2018/2019, para renovar a Tabela de Revezamento  de 12×36 e 12×72 nas ETAs e ETEs, com a ameaça de corte no Abono de Final de Ano, com a cobrança da Contribuição Negocial somente dos filiados aos Sindicatos, agora com a redução do valor do PPR (Programa de Participação nos Resultados) e em diversas outras ocasiões.

O objetivo é claro: jogar os trabalhadores e trabalhadoras contra as entidades sindicais, desmobilizar a categoria, negar avanços nas negociações e tirar o foco das discussões em torno da pauta de reivindicações por aumento real e melhores salários.

Essa estratégia é uma marca registrada da tal Comissão de Negociação, formada há muitos anos pelas mesmas pessoas, que já deram demonstrações de sobra de que estão de lado da direção da empresa para manter seus altos salários à custa de ACTs rebaixados todos os anos.

Ninguém mais se lembra de quando foi a última fez em que a Sanepar concedeu algum benefício para valorizar o desempenho dos trabalhadores e trabalhadoras, pelo contrário, a cada data base a desculpa de que não é possível ir além da reposição da inflação, porque os gastos com pessoal são altos, a CCEE não permite etc e tal.

Em todas as negociações o trâmite é o mesmo: enrolação para apresentar uma proposta, imposições de condições para que os trabalhadores aceitem a contragosto o que está sendo oferecido e depois o atropelo nas datas para realização das Assembleias, jogando a culpa no atraso nas costas dos Sindicatos.

Tudo isso só amplia o desgaste desse processo de negociação, gerando desconfiança e uma insatisfação muito grande entre os saneparianos.

Para impedir que eles coloquem novamente os “bodes na sala” e acabar com isso é necessário que todos participem ativamente das Assembleias e caso não concordem com as propostas da Sanepar façam valer a vontade da maioria exigindo avanços e, acima de tudo, respeito!