SINDAEL - SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E SANEAMENTO AMBIENTAL DE LODRINA E REGIÃO


Sanepar apresenta proposta do novo PAI aos Sindicatos Majoritários

Sanepar apresenta proposta do novo PAI aos Sindicatos Majoritários

Publicado em 0 Comentário

O SINDAEL foi representado na reunião sobre o PAI, em Curitiba, pelos diretores Marco Antonio de Paula Santana e Cícero Gomes de Souza

A Sanepar apresentou aos dirigentes dos Sindicatos Majoritários na manhã desta terça-feira (11/02), em Curitiba, o Regulamento do PAI (Programa de Aposentadoria Incentivada), dirigido aos trabalhadores e trabalhadoras que já se aposentaram pelo (Instituto Nacional de Seguridade Social), mas que continuam na ativa, e aos que poderão adquirir este direito até 12/12/2020.

As “vantagens” oferecidas pela diretoria da empresa se resumem ao pagamento de um percentual de indenização, que vai de 75% a 45% do salário por tempo de trabalho na Sanepar, e ao recebimento de R$ 14.213,64, referente ao Auxílio-alimentação equivalente a 12 meses.

O Regulamento do PAI tem duas opções a serem escolhidas pelo trabalhador e a trabalhadora, com percentuais diferentes de indenização, prazos para aderir e, o que é mais importante, dar quitação total do passivo trabalhista ou não.

Na Opção 1, por exemplo, quem aderir ao Programa vai abrir mão de receber o PPR (Programa de Participação nos Resultados) referente ao ano de 2019 (integral) e o de 2020 (parcial). Também vai renunciar ao Abono Indenizatório proporcional e das possíveis diferenças salariais e demais verbas em função do índice de reajuste a ser definido nas negociações do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho). O pagamento será feito em seis parcelas mensais.

Na reunião foi definido que os Sindicatos farão uma contraproposta do Regulamento do PAI, a ser definida em reunião na Sede Administrativa do SINDAEL, em Londrina, com a participação de representantes das entidades majoritárias.

A Diretoria do SINDAEL não concorda com programas de demissão, pois cada um sabe a hora de parar de trabalhar e após vários anos de dedicação exclusiva à Sanepar deveria estar ganhando ótimos salários e não precisar de “incentivos” para sair. Mas por insistência da empresa será preciso convocar Assembleia Geral da categoria para aprovar o PAI e proceder as homologações daqueles que aceitarem o que será oferecido.

Clique aqui para ler mais.